sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Parques de Curitiba. Encante-se com as belezas da capital paranaense.

O Paraná é um estado que possui um verdadeiro comprometimento com o meio ambiente e em sua capital não poderia ser diferente. A cidade é cercada por todos os cantos de áreas verdes que são conservadas pela prefeitura e pelos próprios moradores, que possuem a consciência da importância da sustentabilidade para o desenvolvimento da metrópole, já que ela é exemplo para muitos, pois conseguiu aliar a infra-estrutura de serviços como restaurantes, opções de lazer e hotéis em Curitiba com o desenvolvimento urbano e sustentável.

Durante a década de 70, a prefeitura da cidade iniciou um projeto do qual daria origem a diversos pontos turísticos e também resolveria alguns problemas de saneamento: a construção de parques. Durante esse período muitos terrenos na cidade estavam vazios e os mesmos poderiam se tornar no futuro um prato cheio para a origem de enchentes e até mesmo invasões territoriais que se localizariam em áreas de risco. A ideia do projeto foi bem vinda, pois ao mesmo que tempo que problemas urbanos seriam solucionados, a população teria também diversas opções de lazer. Hoje, visitar os parques faz parte do cotidiano dos curitibanos e para os visitantes da cidade é uma experiência inesquecível.

Atualmente, Curitiba conta com 26 parques, aproximadamente 81 milhões m² de área verde preservada. A qualidade e quantidade de parques ambientais juntamente com programas para reciclagem de lixo fizeram de Curitiba a capital ecológica do Brasil. Se você pretende visitar a cidade, que tal algumas dicas para conhecer os melhores parques?


Parque Barigui: O Parque Barigui é o preferido entre a população Curitibana. Durante os finais de semana e feriados, muitos migram pra lá com o intuito de dividir horas de lazer com os amigos, fazer um bom churrasco, praticar esportes e se divertir; o local possui todos os subsídios para a prática dessas atividades, além de contar com um Museu que retrata a história dos automóveis, restaurantes, bares e um grande parque de exposições. É possível também ver uma grande área verde que cerca um lago, o lugar é propicio para o desenvolvimento de uma fauna rica. Em uma simples caminhada você pode se deparar com capivaras, garças, gansos, tico ticos, entre outros animais, além de espécies em extinção, como o papagaio do peito roxo.

Parque Tanguá: O Tanguá talvez seja um dos parques favoritos dos turistas, por sua beleza. Construído em 1996, ele possui uma área de aproximadamente 225mil m², que antes de sua construção dava espaço a uma antiga pedreira. Além de preservar diversas espécies da fauna e da flora, o local também garante a preservação da nascente do Rio Barigui, um dos principais da cidade. Quem gosta de barcos pode fazer um passeio pelo túnel artificial que liga uma parte do lago a outra. O parque tem dois andares, em um nível é possível ver uma ciclovia, pista de corrida, lanchonetes e restaurantes, enquanto que no segundo andar encontramos o belíssimo jardim Poty Lazzaroto.

Parque Tingui: O Parque Tingui foi inaugurado em 1994 e está à margem do Rio Barigui. Uma de suas maiores atrações é o Memorial Ucraniano, que foi construído para homenagear esses imigrantes que fizeram parte da história de Curitiba. O nome do parque é uma homenagem aos índios Tinguis que habitavam a região durante a colonização do estado, feita por portugueses. Na entrada do parque existe uma estátua do cacique Tindiquera.


Bosque do Alemão: Para quem tem crianças na família, o Bosque do Alemão é uma excelente opção. O local abriga a trilha João e Maria, onde os pequenos poderão fazer o mesmo trajeto feito pelos irmãos no conto de fadas. E não para por aí! O bosque possui atração para os grandinhos também, o Oratório Bach é uma sala feita para receber concertos musicais, enquanto a torre dos filósofos é um belo mirante.

Sem comentários:

Enviar um comentário